Linhas de Pesquisa

Durante os seus 40 anos o Centro tem contribuído, de forma renovada, no conhecimento sobre as desigualdades do desenvolvimento brasileiro, nas mudanças dos padrões de reprodução sócio-demográficos e do mercado de trabalho. A redemocratização da sociedade brasileira e o processo de globalização articularam, às condições estruturais e objetivas dos processos sociais, também dimensões de subjetividade na formação de atores sociais, nas relações entre trabalho, poder e reprodução social e novas territorialidades. Pesquisas em torno de temas como a reprodução das classes sociais; a transição democrática e movimentos sociais; análises sobre a territorialidade de poder e representação de atores sociais foram então realizadas. Ao mesmo tempo, os estudos sócio-demográficos avançaram sobre as condições de reprodução da família e os processos de sucessão das gerações, tudo isso renovando, sem descontinuidade, o escopo inicial da agenda de pesquisa. Atualmente, o centro já acumula também significativa experiência de pesquisa básica e aplicada sobre temas que põem a sociologia em diálogo com outros campos disciplinares: trabalho e saúde; demografia e processos sociais; questão social e cidadania; cidade e cultura; instituições políticas, com destaque para o federalismo, a dimensão subnacional das políticas públicas estaduais e o impacto na formação das elites políticas. Na área da pesquisa aplicada o Centro detém longa experiência de assessoramento, capacitação de agentes públicos e atores sociais, em programas dirigidos especialmente à área de direitos da criança e do adolescente; ações e pesquisas dos direitos de cidadania e justiça; programas de formação sindical; estudos de impactos regionais e sobre o ambiente em pólos de desenvolvimento industrial e agrário.



Pesquisa: Trabalho, classes e desigualdades



Líder:
Maria da Graça Druck de Faria e Iracema Brandão Guimarães

Objetivos:
Realizar pesquisas empíricas e teóricas sobre as condições contemporâneas do trabalho e dos trabalhadores, em suas diversas dimensões: processo/organização do trabalho, mercado de trabalho, regulação/direitos do trabalho, formas de resistência, de organização e ação coletiva dos trabalhadores, experiência e condição de classe e as desigualdades sociais em suas diversas manifestações condicionadas pelo trabalho e suas transformações recentes.

Equipe:
Graça Druck 
Iracema Brandão
Jair Batista da Silva
Selma Cristina Silva de Jesus
Jacqueline Samagaia
Cristiana Mercuri de Almeida Bastos
Carlos Zacarias F. de Sena Júnior
Bruno José Rodrigues Durães
Isabela Fadul de Oliveira
Denise Lemos
Lana Bleicher
Renata Queiroz Dutra
Lucia Pedreira 

Páginas